Menu
15 de agosto de 2020
10º min
16º min
14/09/2019 às 10h38

Fogo atinge “dimensões devastadoras” no Pantanal, diz governo do MS


iviagora

Os incêndios na região do Pantanal, em Mato Grosso do Sul, atingiram “dimensões devastadoras”, segundo o comando do Corpo de Bombeiros Militar do estado. A área queimada no MS foi revista para 1,5 milhão de hectares, nesta sexta-feira (13/09/2019), com base em imagens de satélites – na quarta-feira (11/09/2019), era de 1 milhão de hectares. Grande parte dos incêndios atingiu a região pantaneira.

Apesar de uma mudança no clima com queda de temperatura, várias frentes de fogo continuavam sendo combatidas, nesta sexta, na Serra da Bodoquena e nos municípios de Corumbá e Aquidauana.

O comandante-geral dos Bombeiros, coronel Joilson Alves do Amaral, reuniu o alto escalão da corporação e da Defesa Civil para discutir estratégias de combate aos focos.

Onça Nusa foi avistada na noite de quinta-feira(13) (Foto: Instagram Onçafari)

Conforme nota da corporação, devido às condições climáticas atípicas, “o bioma cerrado-pantanal foi atingido pelas queimadas em dimensões devastadoras”.

A imagem pode conter: fogo e atividades ao ar livre

O grupo decidiu antecipar as ações previstas no plano de estiagem, em vigor desde março, “a fim de reorganizar o poder operacional da corporação no atendimento imediato aos incêndios florestais, principalmente nas áreas em que foram decretadas situações de emergência”.

A imagem pode conter: montanha, céu, atividades ao ar livre e natureza

 

O Corpo de Bombeiros já reforçou o efetivo de combate ao fogo no Pantanal. Agora são 256 brigadistas por dia no campo, além de 12 especialistas em controle de incêndios florestais.

A imagem pode conter: árvore, céu, atividades ao ar livre e natureza