Menu
1 de outubro de 2020
10º min
16º min
08/04/2020 às 12h50

Ivinhemense se destaca na produção de EPIs para prevenção do coronavírus em impressora 3D


iviagora

Com a ajuda da tecnologia 3D, e a iniciativa do Ivinhemense e odontólogo Lucas Marques Meurer, em parceria com outros residentes em bucomaxilofacial da Santa Casa de Campo Grande orientados pelo chefe de setor Dr. Everton Pancini, estão imprimindo peças para viseiras de proteção hospitalar, também conhecidas como face shield. O novo dispositivo complementa o kit dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) que já são usados pelos profissionais.

Diante da pandemia pelo novo Cornavírus (COVID-19), o uso do EPI tornou-se ainda mais fundamental para garantir a biossegurança dos profissionais da saúde. Pensando nisso, os residentes que atuam no ambulatório do Serviço de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, que tem contato com os pacientes através da cavidade oral, tiveram a iniciativa da fabricação do dispositivo para contribuir ainda mais com essa segurança. Os profissionais entraram em contato com docentes da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro, que forneceram o passo a passo da técnica já desenvolvida na instituição de ensino.

Segundo o Ivinhemense de início a ideia surgiu vendo uma matéria da PUC que enviou o arquivo e com a impressora 3D começaram a fazer para os residentes e precipitores para proteção, diante do agrado foi iniciado o processo de fabricação para os profissionais do pronto socorro.

O novo dispositivo complementa o kit dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) que já são usados pelos profissionais.

O processo envolve o carregamento do projeto (molde) das máscaras no computador com os devidos ajustes de tamanho, temperatura e a escolha do material e, posteriormente, os dados são liberados para que a impressora comece a impressão 3D. Os materiais utilizados são o PLA (Ácido Polilático) – um polímero termoplástico, também chamado de bioplástico e o ABS (Acrilonitrila Butadieno Estireno), derivado do petróleo e que possui alta resistência e durabilidade, sendo  o polímero mais utilizado nas impressoras 3D e com resultado mais satisfatório.

Com ASCOM Santa Casa de Campo Grande