Menu
20 de setembro de 2020
10º min
16º min
27/04/2020 às 15h31

Ivinhema - Corpo de Bombeiros Militar em Ivinhema ajuda a salvar vida de recém-nascido


iviagora

Neste domingo (26), por volta das 21 horas, o Corpo de Bombeiros Militar em Ivinhema foi solicitado via telefone 193 pelo Sr. Ronaldo Oliveira do Nascimento Miranda que estava em sua residência no bairro Triguenã, informando que sua filha com 09 dias de vida havia se engasgado com leite materno, todos da família ficaram desesperados, mas foram se acalmando após as orientações do Bombeiro Militar que estava de plantão no telefone. Segundo o solicitante, o procedimento repassado pelo Bombeiro Militar foi essencial para o salvamento da criança, que logo em seguida foi transportada pela família até o Hospital Municipal de Ivinhema.
Ainda na noite de domingo, o Sr. Ronaldo que é um assíduo seguidor do Corpo de Bombeiros Militar nas redes sociais, procurou contato com esta Corporação através de um desses canais de comunicação, para demonstrar sua satisfação com o atendimento, e, almejava ainda, agradecer pessoalmente junto com sua família, o Bombeiro Militar que estava no telefone por ter ajudado a salvar a vida de sua filha.
Na manhã desta segunda feira (27), o soldado Domingues, que era o Bombeiro Militar de plantão no momento do ocorrido, deslocou até a residência do Sr. Ronaldo para conhecer a criança e para que os pais pudessem manifestar seus sentimentos de gratidão. “Não tenho palavras para agradecer. Se ele não tivesse sido calmo, a gente não iria conseguir fazer nada, porque na hora dá um desespero muito grande, a gente não consegue nem ouvir direito. Por sempre acompanhar o Corpo de Bombeiros Militar nas redes sociais, me deu muita confiança por lembrar das dicas e de algumas matérias sobre ocorrência semelhantes que já ocorreram”, disse o Sr. Ronaldo.
“Tenho poucas palavras a dizer, quando aconteceu o fato me senti preparado para passar todo o conhecimento e técnica que tenho aprendido em meu curso de formação e nas instruções diárias com meus superiores, que com este aprendizado me sinto confiante para atender com a maior maestria possível todos os casos”, disse o soldado Domingues.
O Corpo de Bombeiros Militar orienta que em situações de obstrução de vias aéreas de recém-nascidos, deverá ser adotada a manobra mais adequada para retirada do objeto líquido ou sólido que causa o engasgamento. Em algumas situações, além da tapotagem “tapinha nas costas” que é realizada com o recém-nascido deitado de bruços sobre um dos antebraços, batendo com a outra mão na forma de concha, em moderada força nas costas, poderá ser necessário fazer um outro procedimento, virando o bebê de frente, também no antebraço, e com dois dedos, indicador e médio, fazer cinco compressões no meio do tórax, “compressão torácica”, alternando os procedimentos até a desobstrução ou a chegada da equipe de salvamento. Caso a obstrução seja ocasionada por um objeto sólido e ele esteja visível, abrindo a boca do recém-nascido poderá ser retirado com dois dedos em forma de pinça, de maneira a evitar que o objeto não seja novamente empurrado para dentro.
Esse procedimento pode ser repetido várias vezes, até que a criança volte a respirar ou até a chegada da equipe de salvamento que deverá ser acionada ates mesmo de iniciarem as manobras.