Menu
14 de agosto de 2020
10º min
16º min
13/07/2020 às 11h59

'Meu corpo está em casa', disse PM em grupo no WhatsApp antes de se matar


iviagora - jd1

Foi encontrado na noite deste domingo (12) o corpo do Soldado da Policia Militar Iago Kammler, de 26 anos, em Figuerião.

Segundo informações do Dourados News, Kammler teria deixado uma mensagem para os colegas de profissão em um grupo no WhatsApp. O policial pertencia a turma de 2015/2016 e tinha apenas 4 anos de formado.

“Obrigado por toda ajuda e ensino que me deram todos esses anos, desculpem por minhas falhas e por meus erros. Tudo que eu sempre quis foi fazer a coisa certa e lutar contra a bandidagem. Eu falhei, infelizmente o mal sempre vence. E agora eu só quero ficar em paz. Por favor, continuem lutando contra o mal por mim, espero não ter morrido em vão. Se tiver algum órgão meu que possa ser doado, eu quero que doem. Meu corpo está em casa, a porta está aberta. Minha continência e meu respeito a vocês que foram minha família. Desculpem me despedir assim, mas eu cansei desse mundo”.

O soldado teria tido uma discussão com um homem, que resultou um boletim de ocorrência pouco antes do ocorrido nesse domingo (12), e que era pressionado por desafetos na cidade.

A morte do soldado foi confirmada pela 4ª Companhia Independente de Polícia Militar por meio de nota.

 “Com muita tristeza que comunicamos o falecimento do Policial Militar, SD KAMMLER, lotado no GPM de Figueirão.

 

Kammler, um policial militar dedicado, apaixonado pela profissão e destemido. Doou sua vida e seu coração à segurança da sociedade. Sua imagem sempre viverá entre nós; policiais militares.

A 4° Companhia Independente de Polícia Militar externa as mais sinceras condolências à família e aos amigos, rogando a Deus que conforte a todos nesse momento de dor, bem como se coloca à disposição dos familiares.”