Menu
24 de setembro de 2020
10º min
16º min
17/07/2020 às 11h00

Preso por espancar jovem no 1º encontro tentou matar a ex há menos de 2 meses


- MIDIAMAX

ILUSTRATIVA

O homem de 31 anos, preso em flagrante na madrugada desta sexta-feira (17) por espancar uma jovem no primeiro encontro já tinha tentado matar a ex-namorada. Os crimes aconteceram em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, com menos de dois meses de intervalo.

Conforme as informações do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), naquele dia 30 de maio, por volta das 19 horas, o suspeito tentou matar a ex-namorada. Ainda segundo a denúncia, o casal manteve relacionamento por 11 meses e estava separado havia uma semana, sendo que a vítima tinha medida protetiva contra ele.

Mesmo assim, naquele dia 30 a vítima recebeu várias ligações do ex, dizendo que “ele iria encontrá-la no inferno”. Então a mulher decidiu conversar com ele para evitar as ameaças, mas deixou claro que não reataria o relacionamento. Mesmo assim, quando ele apareceu, insistiu em reatar o namoro.

A partir da negativa da vítima, ele quebrou uma garrafa de cerveja e com os cacos foi em direção ao pescoço dela, que se esquivou e teve o rosto atingido. Durante as agressões o acusado dizia que mataria a ex, que foi socorrida por testemunhas e depois levada ao hospital pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Por este crime, o homem já tinha contra ele um mandado de prisão em aberto e ainda foi preso em flagrante nesta madrugada, novamente por violência doméstica. Ele também acabou autuado por porte de droga, por estar com uma porção de cocaína no bolso.

Entenda o caso

Conforme o boletim de ocorrência desta sexta-feira, a vítima de 24 anos conheceu o suspeito pelo Facebook e os dois marcaram de se encontrar no rancho onde ele morava, nas margens da BR-158. Então a vítima foi ao local por volta das 13h40, ficou na casa com ele e depois foram tomar banho de rio no fim da tarde.

Já por volta das 18 horas, foram até o bar que fica na frente da casa do suspeito e beberam. Em seguida, o homem começou a demonstrar ciúmes por causa do patrão, quando a vítima decidiu ir embora. Assim, o suspeito disse que não a levaria e ela foi até a entrada do local e ligou para a mãe.

Momentos depois o suspeito chegou bastante exaltado e disse “agora vou te matar”. Depois enforcou a vítima e a agrediu. Um vizinho chegou a entrar em luta corporal com o suspeito para separar, quando ele então voltou para casa.

Quando a mãe da vítima recebeu a ligação, acionou a Polícia Militar, que foi ao local. Já na casa do suspeito, os policiais precisaram arrombar a porta e ele foi encontrado deitado na cama. O homem acabou preso em flagrante por lesão corporal e ameaça, qualificados por violência doméstica.