Menu
11 de agosto de 2020
10º min
16º min
04/06/2020 às 09h44

Desenvolvimento sustentável é responsabilidade de todos nós


iviagora - Caroline Alves Gil da Costa

 

O dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado no dia 5 de junho desde 1972. O objetivo da data é relembrar a importância que tem o meio ambiente e reforçar o nosso papel como sociedade na proteção do mesmo. E, desta forma, garantir o futuro das próximas gerações.

Desde os primórdios, as intervenções do homem no ambiente geram diversos impactos negativos. E, com o tempo, notou-se que os recursos naturais não são inesgotáveis e que é preciso ter um equilíbrio entre o econômico, o social e o ambiental. Logo, surgiu o conceito de desenvolvimento sustentável e a sociedade começou a entender que todos são responsáveis pelo meio ambiente.

Em meio à pandemia que estamos vivendo, houve uma diminuição das atividades potencialmente poluidoras, como a emissão de gases por fábricas e veículos automotores, o que contribuiu para a diminuição da poluição atmosférica, proporcionando um impacto positivo em decorrência do isolamento social. Com isso, podemos perceber que as atividades humanas são as responsáveis pela deterioração do meio ambiente e que devemos sempre nos pautar no desenvolvimento sustentável.

Apesar da diminuição da poluição atmosférica, as pessoas estão ficando mais em casa e têm consumido mais alimentos, água e energia e, consequentemente, gerado mais resíduos sólidos. Logo, buscam-se medidas que ajudem a reduzir esse impacto.

Uma das alternativas é a compostagem caseira, processo que recicla o lixo orgânico (restos de alimentos, folhas, etc.) e o transforma em adubo rico em nutrientes que pode ser utilizado em hortas caseiras.

Para contribuir com o debate e colaborar na busca por soluções, a Faculdade Estácio Campo Grande promove, até sexta-feira (5), a Semana do Meio Ambiente Digital, que conta com palestras online sobre diversos assuntos, entre eles como diminuir o lixo com compostagem, por exemplo.

É hora de agirmos. É hora de mudarmos posturas e, principalmente, deixar um legado para as futuras gerações. O desenvolvimento sustentável não é mais só uma opção. É uma necessidade e uma responsabilidade de toda a sociedade.

*Caroline Alves Gil da Costa é Engenheira Ambiental e Mestra em Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental pela UFMS e coordenadora do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Estácio Campo Grande.